ECONOMIA

País cria 61,1 mil empregos formais e tem melhor fevereiro em 4 anos

País cria 61,1 mil empregos formais e tem melhor fevereiro em 4 anos

O Brasil criou 61.188 vagas de emprego formal em fevereiro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho. Esse foi o melhor resultado para meses de fevereiro em quatro anos, ou seja, desde 2014.

Quando o país cria vagas de trabalho em um determinado período significa que as contratações superaram as demissões. No caso do mês passado, foram registradas 1.274.965 contratações e 1.213.777 desligamentos.

“Esses resultados confirmam a recuperação econômica e a retomada dos empregos. As medidas adotadas pelo governo foram acertadas e estamos otimistas que esses números se repetirão ao longo do ano”, avaliou o ministro interino do Trabalho, Helton Yomura, em nota.

No ano de 2017 fechado, a economia brasileira fechou 20.832 postos de trabalho formais. Foi o terceiro ano seguido em que houve mais demissões do que contratações no país. Entre 2015 e 2017, o país fechou um total de 2,88 milhões de postos.

Os números oficiais do governo mostram também que, nos dois primeiros meses deste ano,
foram criados 143.186 empregos com carteira assinada. O Ministério do Trabalho não divulgou a série histórica das vagas abertas no mesmo período de anos anteriores.

Com o resultado de fevereiro, o estoque de empregos estava, no final daquele mês, em 38,012 milhões de vagas, contra 37,909 milhões em fevereiro do ano passado.

 Setores:

Os números do governo revelam que, em fevereiro, houve abertura de vagas em cinco dos oito setores da economia. O maior número de empregos criados foi no setor de serviços. Já o comércio foi o que mais demitiu.
Contratações:

Serviços: +65.920
Indústria de Transformação: +17.363
Administração pública: +9.553
Serviços Industriais de Utilidade Pública: +629
Extrativa mineral: +315

Demissões:

Comércio: -25.247
Agricultura: -3.738
Construção Civil: -3.607
Trabalho intermitente
Segundo o Ministério do Trabalho, foram realizadas 2.660 admissões, e 569 desligamentos , na
modalidade de trabalho intermitente em fevereiro deste ano.

O trabalho intermitente ocorre esporadicamente, em dias alternados ou por algumas horas, e
é remunerado por período trabalhado. A previsão do governo é que essa modalidade gere 2
milhões de empregos em 3 anos.

Foram registradas ainda, no mês passado, 6.490 admissões em regime de trabalho parcial e
3.423 desligamentos, gerando saldo positivo de 3.067 empregos.

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ECONOMIA

Mais em ECONOMIA

2º Bazar Kids do Bem acontece neste sábado em Goiânia

Reportagem Metrópole20 de abril de 2018

Termina nesta sexta-feira o prazo para segurados do INSS agendar perícia

Reportagem Metrópole13 de abril de 2018

Saques de contas inativas do FGTS é usado na compra de imóveis

Reportagem Metrópole29 de março de 2018

Cartas que pedem atualização de dados bancários na Receita Federal são falsas.

Reportagem Metrópole5 de março de 2018

Ilan Goldfajn diz que economia do Brasil terá ‘recuperação consistente’ em 2018, mas ainda há fatores de risco.

Reportagem Metrópole26 de fevereiro de 2018

Tomate segue com alta de preços.

Reportagem Metrópole22 de fevereiro de 2018

Segmento de Consórcios cresce 21% e atinge mais de R$ 100 bilhões em 2017

Reportagem Metrópole21 de fevereiro de 2018

Brasil deve colher 238 milhões de toneladas de grãos na safra 2016/17, diz Conab

Johnnathan12 de setembro de 2017

Consumidor deve gastar em média R$ 125 com presente do Dia dos Pais

Johnnathan3 de agosto de 2017
Rede Metrópole de Comunicação
Rua T55 esq. rua 9
Qd.: G21 Lt.: 01
CEP: 74150-320
Fone: (62) 3215-9670
Email: comercial@metropolenews.tv.br
março 2018
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Parceiros

Parceiros

Copyright © 2017 Metropole News.