MERCADO

Programa de financiamento do FAT gerou mais de 79 mil empregos em 2017

Programa de financiamento do FAT gerou mais de 79 mil empregos em 2017

Empreendedores de São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná foram os que mais

acessaram recursos do Proger
O Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger) foi responsável pela geração e
manutenção de mais de 79 mil empregos, diretos e indiretos, no Brasil em 2017. A
maioria desses postos de trabalho está em empreendimentos nos setores de Comércio,
Serviços e Construção. O número é resultado da assinatura de mais de 190 mil contratos
em todo o país, contabilizando mais de R$ 4,1 bilhões aplicados em operações de
crédito.

Presente em mais de 86% dos municípios brasileiros, em 2017, o Proger atendeu
empreendimentos de 4.798 cidades. De acordo com o subsecretário de Orçamento e
Administração do Ministério do Trabalho, Hélio Francisco de Miranda, os contratos do
Proger promovem benefícios econômicos e sociais, pois priorizam micro e pequenas
empresas. “É mais uma estratégia de estímulo ao desenvolvimento, já que os pequenos
negócios nem sempre conseguem financiamentos pelos meios convencionais
bancários”, detalha Miranda.

Resultados por estado – São Paulo foi o estado com o maior número de contratações
efetivadas, somando mais de R$ 813 milhões em aplicações, seguido por Rio Grande do
Sul, com mais de R$ 616 milhões, e Paraná, com mais de R$ 509 milhões. Confira
tabela abaixo.

Amapá, Acre e Roraima foram as três unidades da federação que menos acessaram o
programa. “O recurso do Proger é um só para todo o Brasil, o que muda é a procura dos
empreendedores e o acesso aos financiamentos convencionais por localidade”, descreve
Miranda.
Sobre o Proger – O Proger faz parte do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que
custeia também o Abono Salarial e o Seguro-Desemprego. O programa busca a inclusão
produtiva por meio do estímulo a geração de emprego, trabalho e renda, democratizando
e ampliando o crédito produtivo para o desenvolvimento econômico e social, por meio
da  concessão de financiamentos a atividades empreendedoras. As aplicações
financeiras do programa priorizam micro e pequenas empresas, inclusive as do setor de
turismo e os pequenos negócios que exportam.

Bancos públicos e federais são responsáveis pela operação dos recursos. Essas
instituições fazem a intermediação dos recursos do FAT para os empreendedores. Esse
sistema foi adotado para que as instituições financeiras se responsabilizassem em caso
de inadimplência e o fundo não ficasse prejudicado.

Saiba mais sobre o Proger aqui (http://www.trabalho.gov.br/empreendedorismo/proger)

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MERCADO

Mais em MERCADO

PROGRAMA JM NEWS EDIÇAO 08-08-2018

Reportagem Metrópole8 de agosto de 2018

Celulares irregulares habilitados a partir desta quinta em GO serão bloqueados.

Reportagem Metrópole22 de fevereiro de 2018

O potencial de consumo das 10 maiores comunidades do Brasil.

Johnnathan11 de setembro de 2017

Governo vai propor licença não remunerada de até 6 anos para servidores federais

Johnnathan26 de julho de 2017

Governo estuda plano de demissão voluntária para servidores públicos

Johnnathan25 de julho de 2017

BRF transfere perus da fábrica interditada de Mineiros para Uberlândia.

Johnnathan5 de abril de 2017

Cerca de 11 milhões de pessoas vivem ilegalmente nos Estados Unidos.

Johnnathan26 de janeiro de 2017

Chinês e amigos se vestem de McDonald´s para trollar noiva.

Johnnathan10 de janeiro de 2017
Rede Metrópole de Comunicação
Rua T55 esq. rua 9
Qd.: G21 Lt.: 01
CEP: 74150-320
Fone: (62) 3215-9670
Email: comercial@metropolenews.tv.br
março 2018
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Parceiros

Parceiros

Copyright © 2017 Metropole News.