ECONOMIA

Brasil deve colher 238 milhões de toneladas de grãos na safra 2016/17, diz Conab

Brasil deve colher 238 milhões de toneladas de grãos na safra 2016/17, diz Conab

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou hoje (12) que estima uma colheita de 238,7 milhões de toneladas de grãos para a safra 2016/17. O número representa um crescimento de 27,9% em relação a 2015/2016 . A área plantada também aumentou em 4,4%, chegando a 60,9 milhões de hectares. O crédito rural e o clima são fatores apontados como diferencias positivos para o resultado final.

O presidente da Conab, Marcelo Bezerra, explica que o crescimento da produtividade deveu-se a fatores como “a disponibilização do crédito no momento certo, o comportamento dos custos de produção no momento do plantio, o clima e a tecnologia”.

Segundo o estudo da Conab, a produção do milho primeira safra é de 30,46 milhões de toneladas, com crescimento é de 18,3%, com relação à colheita anterior. Já para a segunda safra, a estimativa é que atinja 67,25 milhões de toneladas.

No setor da soja, que é o grão mais produzido no país e representou 13,72% de toda a exportação brasileira em 2016, a expectativa para este ano é que a colheita chegue a 114 milhões de toneladas.

O feijão também teve forte alta na produção. Com produção de 1,36 milhão de toneladas na primeira safra, e 1,2 milhão na segunda, a expectativa é que o setor atinja 836,3 mil toneladas na terceira safra. De acordo com a Conab, o aumento expressivo na produção do grão acontece pelo aumento de 17,2% na área de produção.

Já o trigo, com redução de 9,5% na área semeada, teve uma ligeira queda de produção. No entanto, estima-se que o setor produza 5,19 milhões de toneladas. A transição de fase vegetativa e o clima são fatores que cooperam com a queda da safra.

Para o diretor da secretaria de política agrícola, Silvio Farnese, os números apresentados hoje mostram o aumento da produtividade. “O número de 238,7 milhões de toneladas na safra de grãos representa o crescimento de quase 30% na produção e apenas pouco mais 4% área plantada. O padrão tecnológico e o conhecimento que o produtor tem hoje são fatores que cooperam com esses dados”, afirmou.

Logística

Apesar da alta produção, o país ainda tem limitações para o escoamento da safra. “Nossos portos melhoraram, mas ainda temos alguns gargalos, sobretudo na região Norte. O custo do frete com distâncias acima de 3 mil quilômetros é muito alto. Diminuir esse custo é um desafio”, disse Farnese.

A Conab também alerta para a necessidade de cuidados especiais com produtos que ficarão estocados por mais tempo, para evitar o desperdício.

 

Fonte: EBC

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ECONOMIA

Mais em ECONOMIA

Consumidor deve gastar em média R$ 125 com presente do Dia dos Pais

Johnnathan3 de agosto de 2017

A partir de amanhã, FGTS inativo só poderá ser sacado por doentes ou presos

Johnnathan31 de julho de 2017

Procon fiscaliza preço de combustíveis nos postos de Brasília

Johnnathan31 de julho de 2017

Governo divulga aumento de alíquota do PIS/Cofins sobre combustíveis

Johnnathan21 de julho de 2017

Ministro da Agricultura vai a Washington tentar retomar exportação de carne

Johnnathan17 de julho de 2017

Atividade econômica registra queda de 0,51% em maio, diz BC

Johnnathan14 de julho de 2017

Boleto vencido pode ser quitado em qualquer banco a partir de hoje

Johnnathan10 de julho de 2017

Temer sanciona lei que permite descontos para compras feitas em dinheiro

Johnnathan26 de junho de 2017

PIB tem crescimento de 0,87% no trimestre encerrado em abril

Johnnathan21 de junho de 2017
Rede Metrópole de Comunicação
Rua T55 esq. rua 9
Qd.: G21 Lt.: 01
CEP: 74150-320
Fone: (62) 3215-9670
Email: comercial@metropolenews.tv.br
setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Parceiros

Parceiros

Copyright © 2017 Metropole News.