ECONOMIA

Temer sanciona lei que permite descontos para compras feitas em dinheiro

Temer sanciona lei que permite descontos para compras feitas em dinheiro

O presidente Michel Temer sancionou a lei que possibilita descontos para os consumidores caso o pagamento seja feito em espécie, e não em cartão de crédito ou débito. A lei que regulamenta a diferenciação de preços tem como origem a Medida Provisória (MP) 764/2016. A cerimônia de assinatura da sanção presidencial ocorreu no fim da manhã de hoje (26), no Palácio do Planalto.

Além de permitir que os comerciantes cobrem preços diferenciados para um mesmo produto em função da forma de pagamento, a medida possibilita a variação do valor em função do prazo de pagamento.

Entre as mudanças feitas pelo Congresso ao texto original está a obrigação do fornecedor de informar, em lugar visível, os descontos que são oferecidos, tanto com relação ao meio de pagamento quanto em relação ao prazo. O comerciante que não cumprir essa regra estará sujeito a multas previstas no Código de Defesa do Consumidor.

A diferenciação de preços já estava valendo, uma vez que ela foi apresentada por meio de MP. No entanto, como sofreu alterações durante a tramitação no Legislativo, precisa ser sancionada pela Presidência da República para virar lei.

A MP foi apresentada pelo Executivo, em meio a um pacote de medidas macroeconômicas que foram publicadas sob a justificativa de possibilitar o aumento da produtividade no país.

A expectativa é de que, ao permitir a diferenciação de preços, ela estimule a queda do valor médio cobrado pelos produtos, de forma a evitar que consumidores que não usam o cartão como forma de pagamento paguem as taxas dos cartões, quando embutidas nos preços dos produtos.

Reunião

Nesse domingo (25) à noite, o presidente Temer se reuniu com parlamentares e ministros no Palácio do Alvorada. Oficialmente, a reunião foi feita com o objetivo de “discutir a pauta de votações no Congresso”. Participaram dela o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e os líderes do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), e na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Também estiveram presentes os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, da Casa Civil, Eliseu Padilha, da Secretaria de Governo da Presidência, Antônio Imbassahy, da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, e das Relações Exteriores, Aloysio Nunes.

Fonte: EBC Agência Brasil

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ECONOMIA

Mais em ECONOMIA

2º Bazar Kids do Bem acontece neste sábado em Goiânia

Reportagem Metrópole20 de abril de 2018

Termina nesta sexta-feira o prazo para segurados do INSS agendar perícia

Reportagem Metrópole13 de abril de 2018

Saques de contas inativas do FGTS é usado na compra de imóveis

Reportagem Metrópole29 de março de 2018

País cria 61,1 mil empregos formais e tem melhor fevereiro em 4 anos

Reportagem Metrópole23 de março de 2018

Cartas que pedem atualização de dados bancários na Receita Federal são falsas.

Reportagem Metrópole5 de março de 2018

Ilan Goldfajn diz que economia do Brasil terá ‘recuperação consistente’ em 2018, mas ainda há fatores de risco.

Reportagem Metrópole26 de fevereiro de 2018

Tomate segue com alta de preços.

Reportagem Metrópole22 de fevereiro de 2018

Segmento de Consórcios cresce 21% e atinge mais de R$ 100 bilhões em 2017

Reportagem Metrópole21 de fevereiro de 2018

Brasil deve colher 238 milhões de toneladas de grãos na safra 2016/17, diz Conab

Johnnathan12 de setembro de 2017
Rede Metrópole de Comunicação
Rua T55 esq. rua 9
Qd.: G21 Lt.: 01
CEP: 74150-320
Fone: (62) 3215-9670
Email: comercial@metropolenews.tv.br
junho 2017
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Parceiros

Parceiros

Copyright © 2017 Metropole News.